A 7 de Julho de 2007 a Ordem dos Arquitectos deu uma conferência de imprensa que, embora tivesse a causa próxima de exigir a demissão imediata do Presidente da Cabo Verde investimentos, Victor Fidalgo, que 3 dias antes havia insultado da forma mais baixa a classe e todos os caboverdeanos, tinha por objectivo maior chamar a atenção da opinião pública para a maneira desastrosa e altamente lesiva do interesse nacional como estava ser gerido o território nacional, com especial realce para os políticos centrais e locais que aprovavam projectos de investimento fora de um processo de planeamento normal e legal (aprovação política de projectos de edifícios com base em simulações feitas em computador, trazidas pelos investidores), a sobreposição de competências e autoridade na gestão das zonas litorais, o planeamento a retalho, sem uma abordagem holística do todo nacional, práticas que, infelizmente, perduram até hoje. Hoje, em 2018, mais de 10 anos depois, os danos já causados a Cabo Verde por tais práticas são impossíveis de ser avaliados na sua magnitude.
A título de exemplo, a maneira como a orla costeira da cidade da Praia, tem vindo a ser “gerida” nos últimos 10-15 anos, com a ocupação selvagem de Quebra-Canela e Prainha com betão quase dentro do mar, é consequência de um estilo de gestão territorial extremamente danosa do interesse público, porque corrupta, mas é um estilo de gestão do território antigo, devidamente denunciado pela OAC há mais de 10 anos.
E decorrido este tempo todo, desde 2006, apesar da alternância completa no Poder que ocorreu (o PAICV está completamente escorraçado e o MpD manda hoje soberano), as práticas então denunciadas pela OAC continuam a fazer escola, o que demonstra a importância de instituições da sociedade civil sólidas, comprometidas apenas com Cabo Verde e absolutamente fora do controlo dos aparelhos politico-partidários.
E é uma OAC assim, capaz de defender os interesses de Cabo Verde como uma leoa ciosa dos seus filhotes que interesses obscuros poderosos estão a tentar evitar que se resgate através do simulacro de eleição que aconteceu no dia 29 de Outubro, pois estas verdades incomodam a muita gente.

 

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin

Assine a nossa Newsletter:

Deixe a sua Opinião

This div height required for enabling the sticky sidebar