Encomendada de forma pouco transparente, a chamada Loja Online da OAC foi suspensa pela Assembleia-geral da Ordem dos Arquitectos de 31 de Outubro de 2017. Entre outras violações da lei e da transparência, está o facto de até hoje não se saber quais terão sido os honorários da empresa que a construiu, porque razão tem um domínio diferente do da OAC, quem faz a sua gestão e quanto isso custa ao erário da OAC, e quem assegura a protecção de dados sigilosos da prática profissional dos Membros da Ordem.
Mas as razões fundamentais da suspensão da mesma são relatadas neste vídeo: Violação flagrante dos Artigos 79º e 35º do Estatuto da OAC.
Assista e dê a sua opinião:

 

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin

Assine a nossa Newsletter:

Deixe a sua Opinião

This div height required for enabling the sticky sidebar